Biggest Deal nem tudo é mau! O dinheiro agora é para Ajudar! Análise da 3ª Gala

“Análise” da 3ª Gala do Biggest Deal! Nem tudo é mau!

A nova Casa dos Famosos não tem recebido a visita de aviões com mensagens, até porque recebem a visita dos familiares e amigos na Casa! Quem perde com isso é o Negócio da publicidade em aviões mas ganham algumas instituições que bem precisam de ajuda.

O Love On Top 5 recebeu a visita de 14 aviões nos primeiros 15 dias, o que equivale a um valor estimado de 4200 euros, valor abaixo do dinheiro conseguido pelos “Famosos” do Biggest Deal para a Escolinha Kutsaca de Moçambique: 6168 euros.

Depois de uma semana sem vermos o programa, lá decidimos, a muito custo, dividir o olhar entre o Biggest Deal e o segundo episódio da Rainha Vitória da RTP1.

Depois de muitas criticas, a 3ª Gala do Biggest Deal deixou de ser feita no Atrium e ganhou um estúdio Low Cost onde o pouco público parecia que estava sentado em bancadas alugadas para o jogo do Oleiros – Sporting.

Teresa Guilherme ganhou uma mesinha para os cartões mas sem a ajuda dos óculos a coisa fica demorada e confusa.

Durante a Gala a produção voltou ao sistema que tantos êxitos teve noutras casas, com os concorrentes todos contra um – o Nilton Bala.

Pulamos diretamente para as nomeações:
– Primeiro Grupo, o das confusões, ficou “naturalmente” imune por ter vendido mais.
– Segundo grupo, formado por 3 “Famosas” e o verdadeiro comediante da Casa. As meninas solidárias votaram novamente no cantor, que parece estar ansioso por abandonar.
– Terceiro grupo, formado por 2 “Famosos” e uma Chefe. Como o voto dela vale por dois e tem o poder de desempate nem era necessário os dois “Rapazes” votarem porque ela é que decidia.
– Quarto grupo, ninguém foi nomeado pois só esteve presente um “Famoso”, uma vez que uma “Famosa” está de baixa e o outro “Famoso” foi para um evento, certamente por ser mais importante do que estar no Biggest Deal.

Com dois nomeados era necessário arranjar mais um, e para isso recorreu-se à votação na Aplicação, onde só não constava a concorrente que está de baixa e o quarteto imune.

Depois de algumas votações “estranhas” na Aplicação do Love On Top, ficámos pela segunda semana consecutiva com a ideia que o concorrente expulso seria o escolhido para ficar nomeado na votação da Aplicação do Biggest Deal (pode ter o mesmo “problema” da Aplicação do LOT) e assim foi.

Na escolha das equipas voltou o amadorismo ao mais alto nível.

As Chefes escolheram os concorrentes, mas segundo Teresa Guilherme não podiam escolher ex-colegas de Grupo, mas no final o concorrente que ninguém queria escolher – o tal que estão todos contra ele – ficou no mesmo grupo da sua ex-chefe.

Quanto ao concorrente expulso, confirmou-se a regra do concorrente “escolhido” na Aplicação para abandonar ser o mesmo que foi “escolhido” na Aplicação para ficar nomeado.

O gráfico não queria aparecer e Teresa Guilherme acabou a dar os Parabéns ao Concorrente expulso, o que na verdade não deve ter sido um erro, pois Eduardo Beauté parecia mesmo ansioso por abandonar a Casa.

Vídeo completo da 3ª Gala do Biggest Deal ►

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*